logotipo

Entrevista: Marlene Cainelli, da Universidade Estadual de Londrina, fala sobre ‘Educação Histórica: teoria e pesquisa’

Marlene Cainelli e Maria Auxiliadora Schmidt lançaram recentemente, pela Editora Unijui, o livro “Educação Histórica: teoria e pesquisa”, uma coletânea de artigos de investigadores oriundos do Brasil e de Portugal que desenvolvem pesquisas neste campo específico. Cainelli é doutora em História, pós-doutora em Educação, e professora de Metodologia de Ensino de História e do programa de Mestrado em Educação da Universidade Estadual de Londrina. Sua parceira na autoria do livro, Maria Auxiliadora Schmidt, participará do primeiro encontro do ano pelo Ciclo de Debates do Grupo Oficinas de História. Ao site do Grupo Oficinas, Marlene Cainelli relatou um pouco de sua trajetória e apresentou os temas da publicação, relativos à Educação Histórica.

 

O que é, visando ao grande público, o campo da “Educação Histórica”?

“Usando as palavras da professora Isabel Barca da Universidade do Minho em Portugal podemos dizer que Educação Histórica significa o ensino de História que tem como pressupostos as novas teorias que apontam as implicações sociais, políticas e culturais e não meramente tecnológicas do ensino, bem como ” a preocupação em conhecer os diversos sentidos que crianças, jovens e adultos vão construindo sobre a História” .Estes pressupostos indicam, fundamentalmente que a investigação em educação histórica pressupõe uma reflexão sobre a natureza do conhecimento histórico e seu papel como ferramenta para análise da sociedade e como recurso para mudança da consciência histórica, portanto, como formação para a cidadania.”

 

Como você se interessou pelo campo da Educação Histórica ao longo do seu próprio processo de formação acadêmica e como se encontrou com a sua parceira de livro, Maria Auxiliadora Schmidt?

“Surgiu a partir de minha participação no Seminário “Investigar no ensino, uma prática do professor”, ministrado pela Profa. Dra. Isabel Barca, no Programa de Pós-Graduação em Educação, UFPR, em 2003. A partir daquele momento tenho procurado me aprofundar em estudos referentes aos fundamentos teóricos e metodológicos, participar de discussões – Seminários, Jornadas, Grupo de Estudo e eventos, bem como propor simpósios e mesas redondas sobre a temática da Educação Histórica, em conjunto com a profa. Dra. Maria Auxiliadora Moreira dos Santos Schmidt.

Meu encontro com a professora Maria Auxiliadora Shcmidt se deu durante a organização do III Encontro Perspectivas do Ensino de História realizado em Curitiba no ano de 1998, quando a professora Maria Auxiliadora coordenadora do evento convidou as Universidades Estaduais do Paraná para compor a comissão organizadora do evento e eu fui indicada pelo departamento de História para participar da comissão.”

 

Fale um pouco sobre o livro e seus quatro temas:

“De forma mais específica, as pesquisas apresentadas neste livro inscrevem-se na área de investigação Educação Histórica – inseridas nos trabalhos desenvolvidos no Brasil, pelo Laboratório de Pesquisa em Educação Histórica, do Programa de Pós-Graduação em Educação, da Universidade Federal do Paraná, sob a coordenação da professora Maria Auxiliadora Schmidt, pelo Grupo de Pesquisa História e Ensino de História (coordenado pela Professora Marlene Cainelli) -, contando também com a participação de investigadores da área da Teoria da História, particularmente relacionados ao pensamento do historiador alemão Jörn Rüsen, referência para a área da Educação Histórica, representado no Brasil pelo pesquisador Estevão de Rezende Martins, da Universidade de Brasília. De Portugal, são propostos resultados de trabalhos do Grupo de Investigação Educação em Educação Histórica, do Mestrado e Doutorado em Ciências Sociais e História, coordenado pela Dra. Isabel Barca. As relações entre os grupos brasileiro e português já possuem uma década e produziram vários encontros internacionais e publicações.

Os temas são os seguintes:

Educação Histórica e Consciência Histórica
Os artigos deste tema sistematizam resultados de investigações e propõem algumas reflexões sobre relações entre a Teoria da História e os referenciais da área de Educação Histórica, particularmente o tema da consciência histórica.

O pensamento histórico de alunos e professores
Essa temática agrupa investigações centradas na análise do que, na área da Educação Histórica, constitui as idéias de segunda ordem. Essas idéias ou conceitos históricos, são importantes para a construção do pensamento histórico e, nos trabalhos apresentados foram privilegiados algumas delas, tais como narrativa histórica, evidência e compreensão histórica.

As linguagens culturais contemporâneas e o pensamento histórico de alunos e professores
Esta temática inclui trabalhos que procuram analisar as relações entre as linguagens culturais contemporâneas, como cinema, história em quadrinhos, música e internet e as idéias históricas de alunos e professores

A relação de alunos e professores com o conhecimento dos manuais didáticos de História
Esta temática reúne textos que discutem principalmente o artefato livro didático analisando suas narrativas e a forma de abordagem de conteúdos.”

Be Sociable, Share!


Deixe um comentário